menu

História da Paróquia

 

O inicio da nossa paróquia de Santa Rita de Cássia se deu assim:

 O terreno da Igreja foi doado pela D. Adolorata Fanganiello. A localização deste terreno se encontra no Parque Novo Mundo na quadra H-lotes 1,2,15,16 e 17 ( no Jardim São Francisco ). É propriedade da Sociedade Social e Educacional Agostiniana da Ordem de Santo Agostinho - Província Agostiniana de Malta. A paróquia foi erigida canonicamente no dia 21 de outubro de 1968, tendo como padroeiro São Francisco de Assis. Os Padres agostinianos tinham pedido o nome de Santa Rita de Cássia como padroeira, mas aconteceu que por causa do nome da área dedicado a São Francisco, este ficou sendo o padroeiro. No entanto no dia 20 de fevereiro de 1969, a Cúria Metropolitana de São Paulo retificou o nome nestes termos : " por decreto assinado por Sua Eminência, o Sr Arcebispo Metropolitano, fica modificado o orago da Paróquia de São Francisco de Assis do Parque Novo Mundo, passando a "Santa Rita de Cássia", de conformidade com o Sr. Vigário Episcopal, Dom Paulo Evaristo Arns. Dado e passado em nossa Cúria Metropolitana aos 20 de fevereiro de 1969". Este documento foi assinado pelo Vigário Geral Dom José Lafayette e pelo Chanceler Metropolitano P. Hugo Munari.

 

No dia 28 de março de 1969 chegou o primeiro pároco, o Frei Paulo M. Spiteri OSA. O Frei Paulo chegou de Paranaíba-MS, onde os Padres Agostinianos tinham a sua missão. Depois da Páscoa daquele ano, justamente no dia 11 de abril chegou o companheiro do Frei Paulo, o Padre Adeodato C. Schembri OSA, este também membro da Província Agostiniana de Malta. O Frei Adeodato chegou de Belo Horizonte -MG, onde ele estava estudando a língua portuguesa e participando de um curso catequético no ISPAC ( Instituto Superior de Pastoral Catequética ) em Belo Horizonte. Lá, ele trabalhava como vigário paroquial com Frei Ricardo Attard na Paróquia de São José Operário" no bairro Aarão Reis.

O início foi muito duro. A comunidade religiosa agostiniana veio morar aqui sem as condições básicas de uma nova paróquia. Não existia igreja nem uma capela sequer, não tinha casa paroquial. Foi alugada uma casa simples e humilde com um quarto, uma sala, cozinha e um banheiro. A sala servia como quarto do Frei Adeodato. O local das celebrações foi a garagem de D. Matilde e do Dr. Cláudio Alvarenga, sito na Rua Dr. Vidal Reis.